Depois de tantos anos de espera, finalmente estamos a poucos dias do filme da Liga da Justiça! Talvez não a versão da equipe que tantos sonharam e com certeza não com a expectativa e aflição no mesmo nível, devido à tantos problemas que afligiram a produção do longa e a construção do universo cinematográfico da DC. Contudo diferente dos Vingadores, que conquistou um imenso público e popularidade devido ao filme do Joss Whedon (mesmo o super grupo tendo crescido entre novos leitores de quadrinhos nos anos 2000), a Liga da Justiça tem uma popularidade já estabelecida e não apenas por décadas de arcos épicos e grandes sagas, mas principalmente pela série animada “Liga da Justiça” e “Liga da Justiça – Sem Limites“!

Quem cresceu nos anos 2000, provavelmente tinha uma rotina que envolvia sentar na frente da televisão, ligar o “Bom Dia & Cia”, ver desenhos como X-Men: Evolution, Super Choque, Jovens Titãs, mas principalmente, o desenho da Liga da Justiça. Criado em 2001 por Bruce Timm e Paul Dini, o desenho da Liga foi um seguimento das animações do Superman e a consagrada série do Batman. Liga da Justiça teve duas temporadas, compilando 52 episódios focados em arcos e universos referentes aos sete integrantes do super grupo: Superman, Batman, Mulher Maravilha, Flash, Lanterna Verde, Mulher Gavião e J’onn J’onzz, o Caçador de Marte. Com a dose certa de humor, diversão, um bom aprofundamento dos personagens e de suas histórias e, quando necessário, um elemento dramático narrativamente necessário, essa série está no panteão das melhores animações da DC e dos super heróis num geral!

Em 2004 a animação evoluiu para “Liga da Justiça – Sem Limites”, aumentando o catálogo de heróis desconhecidos do público de quadrinhos, popularizando outros como Arqueiro Verde, Canário Negro, Vixen e também dando destaque para ameaças além de Lex Luthor, como Brainiac, Darkseid ou até Amanda Waller! A série teve apenas 35 episódios, encerrando em 2006, mas permaneceu eternizada no coração de uma geração que cresceu venerando a animação e sonhando que o que veremos na telona logo mais lembre no mínimo a sensação do que víamos na televisão. Não é a toa que muitos torcem para que o icônico tema de abertura seja o tema principal do filme da Liga:

Pensando nisso, separamos aqui os episódios com as tramas ou elementos pontuais que mais parecem se aproximar com o que veremos no filme da Liga:

1 – “Origens Secretas”

Dividido em três episódios, é a primeira história da série e responsável pela união desse grupo. Na trama, Superman é nomeado como a linha de defesa principal do planeta, mas algumas visões e premonições começam a preocupar o Homem de Aço. Enquanto isso, Batman descobre um laboratório em Metrópolis comandado por uma raça alienígena disfarçada de seres humanos. Batman e Superman se juntam a investigação e vão ao encontro de J’onn J’onzz, o Marciano que estava mandando mensagens psíquicas para o Superman e também para Diana, a princesa de Themyscira. A amazona deixa sua ilha e junta-se aos outros heróis já estabelecidos (Flash, Lanterna Verde e Mulher Gavião) para defender o mundo desses alienígenas que destruíram a raça do Caçador de Marte!

Além da invasão alienígena, não há muita semelhança com a trama do filme Liga da Justiça, porém é um episódio que vale pela integração dos personagens que aqui já estão estabelecidos e acontece de forma coerente. No filme ainda teremos que ver como a interação dos personagens irá funcionar e tem que dar tempo para que Flash, Aquaman e Ciborgue possam ter um desenvolvimento maior do que vimos até agora!

2 – “Crepúsculo”

Não, não é um episódio focado em vampiros que brilham! Piadas a parte, esse episódio talvez seja o mais próximo dos elementos do filme da Liga da Justiça. Zack Snyder disse logo no primeiro mês de filmagem que queria que o filme fosse uma “aventura Kirbyana”. Jack Kirby foi o grande criador por trás de Darkseid, Apokolips, o Quarto Mundo, Novos Deuses etc. Em “Crepúsculo”, Darkseid vai pedir ajuda ao Superman e a Liga para que eles defendam Apokolips dos ataques de Brainiac, mas tudo não passava de uma armadilha dos dois vilões. Resta a Liga a ajuda de Nova Gênesis e do Pai Celestial para escapar dessa. É um episódio sintético para entender esse vasto universo cósmico criado por Kirby e que serve como base preparatória sobre o que pode ser abordado como ameaça no filme da Liga!

Um dos momentos de maior atenção do episódio é o rancor que o Superman tem guardado por Darkseid e o Batman em voz alta conta ao telespectador que é pelo fato do Regente de Apokolips ter feito lavagem cerebral no Kryptoniano e jogado ele contra a Terra. Muitos apostam que no filme da Liga da Justiça, o Lobo da Estepe ressuscitaria o Superman e também faria uma lavagem cerebral nele, tornando-o um assecla e uma arma contra a Liga. Quem sabe isso não acontece? Principalmente pela cena de premonição em Batman Vs Superman, onde o Batman enfrenta os Parademônios e o Superman parece um ditador na Terra. Sem contar que naquele futuro já havia o símbolo do ômega (símbolo de Apokolips) desenhado no chão!

3 – “Um Mundo Melhor”

O episódio começa com a Liga lutando na Casa Branca, então o Superman entra no Salão Oval e enfrenta o Presidente, Lex Luthor! Após algumas provocações de Luthor, Batman e Mulher Maravilha não chegam a tempo de evitar que Superman finalmente quebre a barreira entre ele e seu inimigo através da sua visão de calor. Anos passam e agora os heróis, com novos uniformes, dominam a Terra através de um regime totalitário e então temos o twist do episódio: esses na verdade são os Lordes da Justiça, uma Liga da Justiça de um universo alternativo e que depois da morte do Flash, o Superman acaba meio que surtando e agora as coisas serão do jeito dele. Os Lordes da Justiça descobrem então o mundo onde a Liga da Justiça atua e prende os heróis, querendo agora dominar o mundo deles!

Ainda em cima do rumor de que talvez o Superman em um primeiro momento ressuscite do mal, a trama de “Um Mundo Melhor” se assemelha à “Injustice“, que é a história do Game que veio se popularizando nos últimos anos, onde o Superman após a morte da Lois e a explosão de Metropólis surta e vira um ditador do mundo. Claramente Zack Snyder se inspirou em Injustice na sequência de sonho em Batman Vs Superman e o recado posterior do Flash para o Bruce de que a Lois é a chave deixou ainda mais evidente. Talvez tenhamos uma sequência do Flash voltando no tempo em Liga da Justiça que amarre as pontas com essa cena tão aberta no filme anterior. De qualquer forma, o episódio é importante ao mostrar essa dualidade na personalidade do Superman, que é uma das coisas que mais parece estarem empenhados em arrumar nessa retomada otimista do universo DC!

4 – “Para o Homem que tem tudo”

Segundo episódio de Liga da Justiça – Sem Limites, baseada na história de Alan Morre e Dave Gibbons (mesma dupla de Watchmen). É aniversário do Superman, Batman e Mulher Maravilha vão até a Fortaleza da Solidão festejar com o amigo, porém encontram o Superman em estado catatônico, com uma planta alienígena enraizada no seu peito. A planta é a Clemência Negra, capaz de ler o desejo mais profundo da pessoa e reproduzir em uma espécie de coma. No caso do Superman, vemos Kal-El em uma Krypton que não explodiu, vivendo com uma esposa e filho, feliz. Enquanto isso, Batman tenta remover a Clemência Negra do peito do Superman e a Mulher Maravilha enfrenta Mongul, um vilão do Superman, fisicamente imponente e responsável por toda aquela situação!

Como vimos no final de Batman Vs Superman, a terra no caixão do Homem de Aço levantou em uma metáfora de que o personagem pode não estar necessariamente morto. Da mesma forma  que em ” O Retorno do Superman“, o herói pode estar em um coma e nesse período sua consciência pode estar num limbo, onde ele talvez tenha visões com uma vida hipotética em Krypton, da mesma forma que nessa história aqui. Ou que mostre ele finalmente entendendo o seu lugar como o grande super herói entre nós e não apenas esse ser superpoderoso e inseguro. Nas histórias recentes da DC Rebirth, um dos pontos principais na tentativa de reviver os valores essenciais do Superman para os leitores, foi torná-lo novamente essa figura otimista e que agora tem um filho como um novo elemento para desenvolvê-lo e humanizá-lo. Dar uma família fantasiosa  para o Superman em uma visão de felicidade programada, mas depois recompensá-lo no final de Liga da Justiça com uma família de verdade, pode ter o mesmo impacto positivo que o personagem está tendo nas páginas!

5 – “Vivo/Destruidor”

Os dois últimos episódios de Liga da Justiça – Sem Limites. Lex Luthor já está mais insano do que nunca na sua obsessiva tentativa de ressuscitar Brainiac e unir-se novamente à ele. Nessa tentativa, Luthor acaba ressuscitando, não intencionalmente, Darkseid. O regente de Apokolips então manda seus Parademonios em uma invasão a Terra. Luthor, que liderava um imenso grupo de vilões, pede ajuda a Liga da Justiça e todos se unem contra Darkseid. É um ataque de escala global, com grupos de heróis espalhados pelo mundo para deter as ameaças e finalizando em um embate épico de Darkseid contra Superman, Batman e Luthor!

É basicamente a trama do filme da Liga, em uma escala bem maior. Ainda não temos uma confirmação de que Darkseid estará no filme, mas caso isso não aconteça, temos essa luta épica de um dos maiores vilões da DC contra os nossos heróis! Foi a despedida de uma das animações mais aclamadas dos últimos anos, estabelecendo uma popularidade imensa que agora se reflete no desejo de termos uma versão live-action de qualidade do maior grupo de super heróis da DC comics!

Claro que há muitos mais episódios incríveis e inesquecíveis de Liga da Justiça, como a invasão Thanagariana, episódios com a Tropa dos Lanternas Verde, com o Batman do Futuro, entre outros. Como as informações sobre a trama do filme da Liga estão sendo bem guardadas, ficamos apenas na especulação do que pode ou não vir a acontecer. Contudo serve como uma justificativa para matar a saudade dessa excelente série e também como forma de apresentação para a juventude de hoje. Nessa imensa leva de filmes de super heróis, que eles tenham tanto significado para esses jovens, quanto essas animações tinham para nós!

Liga da Justiça estreia dia 15 de novembro!

Compartilhe com seus amigos:

Estudante de Publicidade e Propaganda. Cinéfilo, adora Séries, leitor ativo de Livros e Quadrinhos.