A Darkside Books surgiu como inovadora no Brasil, visando ampliar o mercado literário dos gêneros terror e fantasia. A editora já acompanha uma equipe com cerca de dez pessoas, de diferentes estados do país e diferentes áreas de graduação. Apesar de parecer inusitado, a empresa funciona num sistema de home Office, um formato cada vez mais popularizado no Brasil, assim como em diversos outros países.

Liderados por dois editores, que também são fundadores da empresa, a Darkside hoje investe nas editorias de terror e fantasia, expandindo um mercado que para muitos parece decrescente. Mas ao contrário do que esses muitos acreditam, o mercado literário está cada vez mais amplo, afinal a adaptação das tecnologias tem facilitado a expansão de conteúdos para todos aqueles que acessam redes através da internet. O Kindle por exemplo, é um desses “facilitadores” adaptados para leitores que podem usufruir em seus ipad’s de leitura dinâmica.

Em novembro de 2016, Raquel, membro do grupo Darkside, participou de um debate na Sociesc Blumenau, com os alunos do sexto semestre de jornalismo. Ela conta que a editora tem crescido no mercado segmentado cada vez mais, principalmente através de promoções e eventos. Muitas dessas promoções são disponibilizadas em sua página de facebook.

Raquel conta também que o grupo é adepto de “postagens contundentes”, ou seja postar apenas quando há conteúdo preparado, que seja relevante de alguma forma. Além disso, ela é uma das responsáveis pelas redes sociais e garante responder a maior parte dos que acessam e entram em contato com a equipe. Para ela, este contato com o público e de alta importância, afinal é um momento de estar mais próximo daqueles que mais colaboram para o crescimento do trabalho.

Outras editoras tem surgido e estão criando forças e se estabelecendo no mercado nacional. Duas novas editoras que se mostram inovar são a Dame Blanche e a Nocaute.

A Dame Blanche foi criada por Maria Clara Madrigano, escritora e jornalista, que começou publicando suas obras na ‘Editora Draco’, e também no segundo volume da coletânea de sci-fi feminista Universo Desconstruído. Maria abriu a editora em parceria com Anna Fagundes Martino, formada em Jornalismo pela Faculdade Casper Líbero e formada em Relações Internacionais pela University of East Anglia na Grã-Bretanha. Anna teve seus textos lidos na Radio BBC World e publicados em revistas como a britânica “Litro”.


A editora também conta com um mascote, tido como estagiário pelas besteiras que apronta. River é um ‘Dog’ que acompanha Clara e Anna nesta jornada.
A Dame Blanche já lançou ‘A Casa de Vidro’ e ‘Lobo de Rua’.

A editora Nocaute surgiu com o objetivo de publicar escritores brasileiros desconhecidos, para o mercado nacional, seja impresso ou digital. A editora visa também expandir para o mercado internacional, através de ebooks.

Criada em 2015, embaixo de um guarda sol, na praia dos ingleses, criar uma editora. Após dezoito meses trabalhando no projeto, lançaram no Catarse.”

A Darkside continua ampliando suas distribuições e crescendo cada vez mais no Brasil. Para conferir mais acesse o site da Darkside ou também conheça a página do facebook.
Acesse e conheça também a Dame Blanche e a Nocaute.

Curtiu? Então compartilhe com seus amigos:
Escritor, ator, jornalista. Sagaz e constantemente zueiro. Rei das referências e amante eterno daquele nome que mora no fundo do poço. Manja de NFL.